segunda-feira, setembro 26, 2005

FRENTE NEGRA BRASILEIRA

Francisco lucrécio
No dia 16 de setembro de 1931, foi criada uma das maiores entidades não governamentais do Movimento Negro Brasileiro – a Frente Negra Brasileira, que em 1936 tornou-se um partido Político, sendo extinta um ano depois por ordem de Getulio Vargas. Pensando nos Meios de Comunicação, em 1933, eles lançaram um jornal próprio – A Voz da Raça.
A sede da Frente Negra ficava onde hoje está instalada a Casa de Portugal, na Avenida Liberdade, no bairro do mesmo nome, em São Paulo – capital. Começou com objetivo puramente assistencialista, mas com o amadurecimento dos militantes, se transformou num forte instrumento de combate ao racismo no começo do século XX. Por suas fileiras passaram Abdias do Nascimento, Francisco Lucrécio e José Correia Leite.
A orientação ideológica era muito indefinida na Frente Negra Brasileira. Aos que enxergam nela inspirações extrema direta, por ordenarem a uniformização dos integrantes e uma organização interna – quase militar. No mesmo período estava em ascensão do Fascismo na Itália de Mussolini,o Nazismo de Adolf Hitler e a Ação Integralista de Plínio Salgado no Brasil. Mas a passagem de dirigentes da Frente Negra pelo Serviço Militar pode dar resposta a isso.
Outra fonte de inspiração na Frente Negra Brasileira, eram as ideologias de esquerda. Tanto é que socialistas entre os integrantes chegaram a fundar uma ala de esquerda. Eles chegam a funda a Legião Negra Brasileira.
A Frente Negra dava assistência social aos sócios nas áreas de Educação e Saúde e realizava grandes eventos sociais com predominância afro-brasileira. Era um contraponto a segregação racial que o afro-descendente passaram no país, sendo sutilmente barrados em grandes bailes na capital paulista.
O poder político da entidade pode ser medido por fotos de jornais da época, onde até o presidente da republica, Getulio Vargas, recebe com pompa os dirigentes da Frente Negra, tentando inclusive cooptar para seu arco de aliança. Alguns até cederam, mas a grande maioria, optou por um caminho próprio – e assim nasceu a idéia de se transformar numa legenda partidária.
As ambições na política eram grandes. Pensavam os militantes em lançar até candidatos a presidente, raciocinando que outros não candidatos já não representavam os interesses da Comunidade Negra.
Quando as ações iriam ser colocadas em pratica, o ditador Getulio extingue a legenda junto com a dos integralistas e o Partido Comunista Brasileiro. A justificativa era a possibilidade de golpe político, tentado por Luis Carlos Prestes em 1935 e depois pelos Plínio Salgado, tempos depois. Mas na Frente Negra a tática era tomada do poder pela via eleitoral.
Logo após a sua ilegalidade, ex-integrantes ainda tentaram manter viva a militância, mas a situação política do país, dificultou essa união, e muitos componentes ficaram temerosos de serem classificados como oposicionistas de Vargas e parar nas prisões políticas.
Entre os lideres mais famosos estava Francisco Lucrécio, ex-combatente da Guerra Civil Constitucionalista de 1932. Lutou pela manutenção da entidade, mas foi vencido pelos acontecimentos políticos e pela nova realidade brasileira, que dividiu o Movimento Negro entre os vários partidos políticos.

13 comentários:

Mario Marcelo Ramos disse...

Ola, camarada Marcos.
queria te mandar um abraço e te barabenizar pelo seu blog, sou Mario de campinas fui coordenador de assuntos para comunidade negra aqui nesta cidade no momento em que nos conhecemos, quando fui convidado por voce para palestras em bebedouro.
hoje sou atualmente pre candidato a vereador pelo PT com grandes chances de ganhar.

axe a voce e toda a conunidade de bebedouro.

se eu puder ajudar.

me ligue- 19-92130436

Heloisa Castro disse...

Boa noite, Marco!

Meu nome é Heloisa Oliveira e Castro e conheci seu blog através de pesquisa pela net.
Tenho procurado informações sobre A Frente, a ACN e o TEN de São Paulo.
Quero inciar uma pesquisa sobre as contribuições de Geraldo Campos de Oliveira, meu tio-avô, para o movimento negro do país. Geraldo foi um dos fundadores da Frente, da ACN e do TEN, sendo Presidente da ACN na década de 50.
Bom, se puder me ajudar á colher mais informações, agradeço!
Um abraço!

Priscila disse...

Saudações Caro marco.

descubri, durante umas pesquisas pela net, este seu blog. Gostaria de lhe parabenizar pelo texto sobre a FNB e perguntar se você tem algum matérial que fale da FNB na Bahia. Sou baiana, negra, e tenho muito interesse no assunto.

Aguardo retorno.
Afroabraços.
Priscila

Anônimo disse...

Olá Marco. Sou fonoaudióloga e estou pesquisando sobre a voz do negro..buscando textos na internet achei o seu blog. Se puder me ajudar seria grata. Preciso de referências e texto sobre as características de pessoas negras( sua definição). Aguardo resposta.
Agradeço desde já. abraços
Ana Paula

anapaula.fga@gmail.com

Aline disse...

Olá Marcos,
sou mestranda de História Social pela UFRJ e embora minha pesquisa esteja circunscrita no período de 1936 a 1941 eu não sabia da existência desta organização em pleno governo Vargas. Achei bastante interessante e gostaria de saber se você conhece algum livro, monografia, tese ou dissertação que tenha enfoque específico no movimento "Frente Negra"
obrigada,
Aline Santos Costa.

José Luiz disse...

Caro Marcos,
Sou investigador da UFF/RJ. Trato como educador das questões etnico-raciais na educação.
Tenho informaç~sobre a Frente, entretanto, não consigo fotos sobre ela. É possível a sua ajuda?
Saudações universitárias
Prof. josé luiz antunes.

Alguem louco disse...

parabens irão preto a Frente Negra é o grito de libertação da comunidade negra!!

Peu da Cuts/Secretário de Combate ao Racismo disse...

Caro amigp Marcos, gostaria de mais informe sobre a Frente Negra pois acho que já chegou o momento da criação do Partido Negro e gostaria de trocar ideias com vc.
Do amigo irmão Peu.

lula maciel disse...

Caro Marcos,
Inicialmente quero te parabenzar pelo trabalho, militancia e divulgação. sou militante da causa negra, estou vereador do municipio de Lauro de Freitas - Bahia, pelo PT. gostaria de fazer parcerias pra debates em especial sobre a FRENTE NEGRA BRASILEIRA. POSSUO UM SITE : WWW.LULAMACIEL.COM.BR, e-mail; lulamacielpt@hotmail.com. nossos contatos 71 3289 7238 .
abçs>

saudaçlões negras e petistas.

Guerreiro Do Sigma disse...

Ai sabia q a Frente Negra Brasileira, Ação Integralista Brasileira e Ação Imperial Patrianovista Brasileira eram entidades com ideais muito semelhantes.
Olha o pronunciamento de Arlindo da Veiga dos Santos primeiro lider da FNB pronuncio:
Somos a Extrema Direita brasileira Radical e Violenta, afirmadores de Deus e de sua Igreja. Ainda temais ele tbm disse:
Que nos importa que Hitler não queira, na sua terra, o sangue negro? Isso mostra unicamente que a Alemanha Nova se orgulha de sua Raça. Nós também, nós bradileiros, temos Raça. Não queremos saber de Ariano. Queremos o Brasileiro Negro e Mestiço que nunca traiu e nunca trairá sua Nação. Nos somos contra a importação de sangue estrangeiro que vem somente atrapalhar a vida no Brasil, a unidade de nossa Pátria [...]. Hitler afirma a Raça Alemã. Nós afirmamos a Raça Brasileira, sobretudo no seu elemento mais forte: o negro brasileiro. Oq ele disse eu assino embaixo e agora vem meu pronunciamento favorito:
Somos Inimigos irreconciliáveis e intolerantes do Burguesismo, Pkutocratismo e Capitalismo Materiliasta, Ateu, Gozador, Explorador, Internaciinalista, Judaizante e Maçonizante e ainada somos inimigos da Anarquia Bolchevista.
Axo q estes ideais deviam ser difindidos nas Comunidades Negras e disseminados nas Universidades Brasileiras. Depois de descobrir a o Fascismo NeoAbsolutista Afro-Brasileiro eu finalmente encontrei um movimento q combina comigo.
Marco concorda com as afurmaçôes de Arlindo da Veiga dos Santos?
Ja q falou sobre ele espero q tenhamos a mesma opinião sobre o assunto.

Horacio Menezes disse...

Boa Noite!Meu nome é Horacio Menezes, gostaria de mais informação de fontes sobre a frente negra brasil para eu dar inicio a Iniciação Científica do meu curso de História, procuro um recorte. Se tiver alguma fonte sobre esse assunto te agradeceria se repassasse. Meu e-mail:horacioservo@hotmail.com e horaciomenezes37@gmail.com
Atenciosamente,
Horacio Menezes.

Horácio Menezes disse...

Boa Noite,Tudo Bem?! Sou aluno graduado em História, e estou querendo fazer Iniciação Científica por questões étnica racial, estou querendo abordar sobre a era 70 e 80 de nossa nação, dos movimentos negros que existiu nesse período, tipo: MNU, Frente Negra Brasil, etc ... Como esses movimentos influenciaram a quebra da ditadura, tanto político e como questões dos livros didáticos na desconstrução positivista da democracia racial que não existiu. Gostaria de saber se vc tem alguém que possa me arranjar fontes concretas sobre esse assunto. Atenciosamente, Horácio. Obrigado! E Feliz Ano novo! E que nossas conquistas sejam realizadas!

Victória Lara disse...

Boa noite, gostaria de saber quais foram suas fontes de pesquisa