sexta-feira, novembro 07, 2008

História Mundial será A.O e D.O, Antes e Depois de Obama


Primeiro presidente afro-americano será uma figura significativa para derrubar de vez muitos preconceitos raciais persistentes.


Polêmico por natureza, o cineasta Spike Lee chega a dizer que a eleição de Barack Obama marcará o início de uma Nova Era Mundial. Ou seja, um A. O. antes de Obama; e D.O. depois de dele. Que os cristãos não identifiquem como sacrilégio o que está escrito. Não é uma comparação ao A.C e D.C.. A idéia vai além da religião, atingindo muitos mitos preconceituosos.
Para se ter uma noção de como será este novo governo americano, devemos olhar para a África do Sul, exatamente no período quando foi eleito Nelson Mandela, uma das lideranças mais importantes do século XX. Ao contrário do que propagavam os políticos favoráveis a segregação étnica, ele não fez um processo de punição a minoria branca e sim de reconciliação. Criminosos foram julgados, mas as vítimas ofereceram o perdão. Houve um trabalho de reunificação de duas etnias em prol do progresso de todos. Uma lição política pouco explorada.
O cantor Stevie Wonder é correto ao diz que Obama reúne em si, qualidades de presidente John Kennedy e de reverendo Martin Luther King. Os exemplos são bem simbólicos. O presidente ainda é lembrado com uma figura motivadora de esperança e de mudança de mentalidade. O pastor afro-americano foi o maior articular da promoção da igualdade racial.
O novo presidente gera esperança no planeta, em favor de um era de reconciliação entre todas as etnias e nações. Se mantidas as bases geopolíticas impostas por George W. Bush criar-se-iam elementos para um conflito mundial. O candidato John McCain falava até em aumentar a animosidade com a Rússia, numa arriscada guinada ao passado da Guerra Fria.
Parte do sonho de Luther King, de um tempo onde as pessoas não serão mais julgadas pela cor de pele e sim pela capacidade, está acontecendo, pois foi isto que levou muitos americanos elegerem Obama. Na terra do Tio Sam, negros são apenas 30% da população, ou seja, a minoria. Para que o senador vencer foi necessário que muitos brancos melhorassem seu julgamento racial.
A figura de Obama servirá para recordar que há 400 anos, milhões de pessoas livres, foram escravizadas, em nome da colonização do continente americano e da produção de bens para o restante do planeta.
O processo de escravatura gerou grandes fortunas e impérios. Mas por outro lado arrancaram da África, monarcas, professores, engenheiros, médicos, cientistas e filósofos, transformados em mão-de-obra barata para plantações ou escavações de minérios. Ninguém foi indenizado e o prejuízo social, econômico e histórico continua até o momento para os descendentes e para o continente negro.
Barack recuperará a auto-estima de um povo que foi escravizado, ao mostrar um homem negro como ícone de liderança, ao lado de uma mulher negra, a futura primeira-dama, Michele Obama, que poderá ser símbolo para muitas com a mesma cor de pele.
Mas uma coisa tem que ser evitada: o comportamento da mídia, políticos e eleitorado não pode ser preconceituoso ao exigir soluções de Obama com a mais veemência.A cobrança tem que ser igual se fosse o eleitos McCain ou Hillary Clinton. As condições e instrumentos para a tarefa são os mesmos. O que fará diferença será a criatividade política, que qualquer governante tem que ter, independente da cor de pele.
Obama tomará posse quinze dias depois do novo prefeito de Bebedouro. Mas vale um conselho: para o progresso de uma cidade e país, não conta só o esforço de um político, mas a contribuição da comunidade.

10 comentários:

Brasiligual disse...

Marco, olá!

Nos EUA os negros representam 12% da populacao.

Concordo com você neste post.
Mas acho que Obama terá uma cobranca maior, sim.
Somos negros e sabemos que, em todos os postos que assumimos, a cobranca é maior.

Acho que Barack sabe disso, muito bem!

Anônimo disse...

Este obama é mais um gerente do imperialismo para oprimir o nosso povo pobre, igual o gerente Luiz Inacio.www.anovademocracia.com.br

felkx disse...

Olá Marco.
Estou lendo seu blog e gostando muito, encontrei ele por acaso na internet para escrever sobre meu último post, gostaria mto de saber sua opnião, já que você faz parte e briga pelos direitos da comunidade negra.

Uma coisa que achei curioso é aue minha família é de Bebedouro. Não sei se você onhece algum Figols por aí.

aguardo resposta. Abraço

Felipe

WaLBeRBrOWnE disse...

Salve Marcão mermão... Rapaz quando vc tiver no msn, da um toque pra mim te mandar um texto que tenho aqui, gostaria de saber o que vc acha sobre ele.

Sou eu Walber do maranhão...

Paz...

Francisco Castro disse...

Olá Marco Antônio, gostei muito do seu blog. Os seus post são muito bons. Continue assim.

Parabéns!

Abraços

Dois disse...

eu não acho que seja para tanto assim, não acredito que ele irá mudar tanto a história, creio que nem deixará grandes marcas, e o fato de ele ser preto(coisa que ele "quase" não é), não me deixa nenhum pouco entusiasmado, ele é mais um estadonidense, e tem o mesmo tipo de pensamento que qualquer outro lá, "pisar no mundo para nós sermos os mais poderosos".

manoellimoeiro554 disse...

Meus parabéns amigo pela sua luta. Um abraço de Manoel Limoeiro de Recife-PE.

BLOGG DO SYLVIO NETO disse...

Rapaz...
Nós no passado conversávamos quase que semanalmente por mail...De repente vc pufffff!, sumiu.
Hoje fazendo uma pesquisa sobre o escritor Frantz Fanon por acaso cheguei a seu post...
Muito prazer em reencontrá-lo...Vou marcar seu blog em meus favoritos e ficar " de olhos arregalados'
Esteja bem
sylviorasta@yahoo.com.br
sn

Nelson Ngungu Rossano disse...

Espero bem que sim, sair da letargia onde nos encontramos...... O Mundo Precisa de Energia Positiva

Provos Brasil disse...

O Obama esta fazendo um ótimo trabalho, seguindo a cartilha dos Bush pai e filho!

Provos Brasil