segunda-feira, janeiro 08, 2007



Composição: Chico Buarque
Quando, seu moço, nasceu meu rebento
Não era o momento dele rebentar
Já foi nascendo com cara de fome
E eu não tinha nem nome pra lhe dar
Como fui levando, não sei lhe explicar
Fui assim levando ele a me levar

E na sua meninice ele um dia me disse
Que chegava lá
Olha aíOlha aí
Olha aí, ai o meu guri, olha aí
Olha aí, é o meu guri
E ele chega
Chega suado e veloz do batente

Não sou um grande pai, pois confesso, isto não é fácil, mas estou no aprendizado.
Mas tenho certeza que daqui uns anos, quando adulto, meu filho se orgulhara do pai que tem.
Se luto hoje, também é por ele.
Quem sabe não conseguirei ajudar a criar uma realidade racial melhor para que o Junior
Não tenha que travar as mesma lutas que hoje participo.
Que ele faça outras lutas, que o mundo também precisa.

 Posted by Picasa

5 comentários:

Anônimo disse...

Criança linda.

Anônimo disse...

Seu rebento é lindo...cuide bem dele!!!

Anônimo disse...

''olha o meninu,ho.deixa o menino brincar,vamo passear no parque.''dildu

Migh Danae. disse...

Que menino lindo!
Apaixonei...

Dna disse...

O resto dessa musica 'e muito triste para uma crianca tao linda e promissora.
Coloque ele nos seus passos e teremos o primeiro presidente negro brasileiro.