sexta-feira, junho 27, 2008

O drama do Zimbabue


África ainda não se recuperou do genocídio de Ruanda e está a beira de outro no Zimbábue. Lá o ditador do Zimbábue, Robert Mugabe, há 28 anos no poder, mata os militantes de seu oponente, Morgan Tsvangirai é sem duvida um mau político negro. No passado foi uma forte liderança no processo de libertação daquele país, em 1980 mas ele perdeu o rumo político ao abandonar a prática da democracia gosto pela democracia.
O pior é perceber que o mundo não está nem ai para o que acontece lá. Na década de 1990, aconteceu em Ruanda um massacre: hutus mataram tutsi. Tropas da ONU eram insuficientes para mediar o conflito. Só após há muitos apelos, as grandes potencias enviaram reforço. A intervenção chegou quase tarde. Nos dois casos, os países não têm grandes riquezas.
Passado - O duro de tudo é recordar da bela historia da independência desta nação africana. Quando deixaram de se chamar Rodésia, foi composto um hino para Zimbabue, composto por Bob Marley.
"Zimbabue
Todo homem tem o direito de decidir sobre o seu próprio destino.
E este julgamento terá de ser imparcial
Então ombro a ombro, e armados, combateremos nesta pequena luta
Pois é a única forma de superar o nosso pequeno problema "
Chega ser ironico saber que o pequeno problema se tornou uma vergonha.
Veja um video de Bob cantando, na festa de independência do país.

Um comentário:

[denise abramo] disse...

saudações, guerreiro.

belo post.

creio que a maior parte dos conflitos na áfrica hoje se devem à forma bruta e artificial com a qual os colonizadores dividiram os territórios, desrespeitando e dividindo etnias, colocando num mesmo "país" (?) tribos completamente distintas e povos que, apesar de irmãos, brigam entre si.

é claro que também existe burguesia na áfrica, negros que lucram muito com o trabalho dos demais. estes são também responsáveis por muitas guerras e misérias.

conte mais sobre a rodésia e a guerra de libertação nacional!

um abraço.