segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Bob Marley


Say I remember when we used to sit
In a government yard in Trenchtown
Observing the hypocrites
As they would mingle with the good people we meet
Good friends we have
Oh, good friends we have lost
Along the way
In this great future,
You can't forget your past
So dry your tears, I seh
No woman no cry
No woman no cry- Bob marley

O cineasta Steve Spilperg promete há anos fazer um filme sobre a vida de Bob Marley. Não seria má idéia, lembrando inclusive do sucesso de Ray, onde Jamie Foxx ganhou um Oscar por sua interpretação biográfica de Ray Charles. Apesar de muita gente curtir a sua musicas, pouca gente sabe muito sobre sua vida. Cumprindo nosso compromisso de informar sobre nossas figuras do movimento negro brasileiro mundial, vou falar – Quem Foi Bob Marley.
Ele nasceu ás 2 horas e 30 minutos da madrugada de 6 de fevereiro de 1945, fruto da união do Capitão Norval Marley, do Regimento Britânico das Índias Ocidentais, de 50 anos, e uma linda jovem jamaicana de 18 anos – Cedalla Booker, na pequena vila de Nine Mile, interior rural da Freguesia de St. Ann (Santa Ana), no norte da Jamaica. Recebeu o nome de batismo Robert Nesta Marley, mas nos primeiros anos de vida, não pode contar com o pai, que abandonou a mãe, passa assumir, uma outra família, na Inglaterra.
A jovem Cedella cansada da falta de oportunidades de emprego em St. Ann, pegou o pequeno Bob pelas mãos e resolveu arriscar a sobre na capital da Jamaica – Kingston. Sem dinheiro, acabou indo morar na maior favela da cidade: Trechtown. O lugar era medonho, uma vila edificada próximo ao escoamento de esgoto de toda metrópole.
Apesar da situação a favela tinha lá suas qualidades para Bob. Foi lá que conheceu aquele que seria um de seus primeiros parceiros musicais - Neville Livingstone, que era conhecido mesmo como Bunny. E como a Jamaica era possível captar ondes de emissoras de rádio dos Estados Unidos, sua influência musica, foi formada por músicos como Fats Domino e Ray Charles e outras vozes negras.
Nessa época, Bob conseguiu um emprego numa funilaria, mas já tinha a música como grande objetivo de sua vida. A busca desse objectivo ganhou dedicação exclusiva quando uma fagulha da solda com que trabalhava queimou-lhe o olho. O acidente não teve gravidade, mas contribuiu para largar o emprego e investir unicamente no aperfeiçoamento da sua música com Bunny.
Numa aula de musica do cantor jamaicano Joe Higgs, Bob e Bunny tiveram o impulso ideal para decidir o que desejavam ser no futuro – músicos. Foi também nestas aulas, que eles conheceram mais um dos futuros integrantes do The Wailers - Peter Macintosh, mais tarde apelidado de Peter Tosh.
Neste meio tempo surgiu ume estilo misturando ritmos africanos com o calipso, que ficou conhecida como Ska – uma batida rápida e ritmada. Quando Bob tinha 16 anos, conheceu um outro jovem adolescente talentoso, Jimmy Cliff, que lhe apresentou para a produtora de disco Leslie Kong. E nesta amizade conseguiu gravar sua primeira música “Judge Not”. A canção lançada em 1962 virou um hit jamaicano, junto com outra musica “One more cup of Coffee”. Mas a parte boa acaba aqui, pois Leslie não lhe remunera pelo sucesso e ele abandona a gravadora.
Em 1963, Bob Marley, Bunny, Cherrya, Junior Braithwait e Peter Tosh criar o Wailing Wailers. Nesta peoca entra em sua vida o produtor musical Clemet Dodd, da gravadora Coxsone, que registra a primeira canção do grupo: “Simmer Down”. Outro sucesso na ilha.
A vida de Bob se tornou o que sempre sonhou: os Wailing Wailers eram um sucesso com suas novas músicas - It Hurts to e Alone e Rule the Roadie e no dia 10 de fevereiro de 1966 acabou casando com uma mulher que estava apaixonado Rita Anderson.
Os Wailing Wailers' resolveram pouco tempo depois sair do Ska e passram para o Rock Steady. Isso criou o primeiro conflito no grupo, com Coxsone. Daí foi um passo para decidirem lançar um selo musical Wail 'N Soul'. Neste mesmo período nasceu à primeira filha de Bob e Rita Marley, a quem deu mesmo da mãe: Cedalla.
Artisticamente a vida do grupo mudou quando conheceram o produtor musical Lee Perry. Nesta fase foram lançadas as musicas “Duppy Conquerer”, “Soul Rebel”, “400 Years” e “Small Axé”.
Em 1970, entrou no grupo o homem de família Aston Barret e seu irmão Carleton, e os Wailers era o grupo mais ouvido em todo Caribe e excursionaram pela Suécia e Inglaterra. Em Londres Bob gravou Reggae on Broadway. Lá Bobo conheceu Crhis Blackwell, um dos diretores da Island Records Basing Street Studios e lá gravara, tempos depois o álbum “Catch a Fire” , bem recebido por críticos e era um dos primeiros álbuns de reggae.
No primeiro semestre de 73, os Wailers fizeram tr6es meses de excursão pela Inglaterra onde tinham até fã clube. Mas a turnê teve uma baixa, Bunny saiu do grupo e foi substituído por Joe Higgs, que seguiu em uma nova excursão, agora pelos Estados Unidos. Foram 4 apresentações de abertura para Sly and The Family Stone, que eram também atos públicos do Movimento Negro. A verdade é que no meio da turnê se tornaram até mais famosos que a turma do Sly e isso gerou ciumeira e 11 novos shows foram abortados.
Ainda em solo americano, eles fizeram uma memorável apresentação na Rádio KSAN-FM em São Framncisco, o que proporcionou que fosse conhecido pela juventude e abraçados pela industria fonográfica. Foi neste mesmo ano que foram lançadas as músicas : Get Up Stand Up e I shot the Sheriff, que foi regravada pelo guitarrista Eric Clapton, logo em seguida.
1975 é um ano de sucesso e tristeza para Bob, lança o álbum Natty Dread e já emplacando nas paradas de sucesso as canções: Talking Blues, No Woman No Cry e Revolution. O lado ruim é que Peter Tosh sai do grupo. Por outro lado já se destacavam como backing vocais o trio Rita Marley, Judy Mowatts e Marcia Grittiths.
Rastaman Vibration é o novo disco de Bob Marley e The Wailers em 1976, e eles ganham entre seus admiradores os Rolling Stone, que passam a também incluir reggae no repertório. A musica War está neste álbum e é uma grande contribuição de Bob para o Panafricanismo. A letra foi extraída de um discurso do Imperador da Etiopia Hailè Selassiè, nas Nações Unidas.
No ano seguinte Bob Marley decidiu participar da vida política de seu país a seu modo – fazer um concerto grátis no Parque de Heróis Nacional de Kingston em 5 de dezembro de 1976. Mas antes, dois homens invadem suas casa e atiram nele, esposa e dois amigos. Mesmo asssim, fez o show denominado The Smile Jamaica Concert.
Seguindo o espetáculo a banda foi para o REINO UNIDO. Enquanto eles estavam lá eles gravaram em 1977 " Exodus ". Possivelmente o melhor álbum deles, solidificou o estrelato internacional da faixa. Um grande número de pessoas em muitos países inclusive a Inglaterra e Alemanha. Também era um dos álbuns de topo do ano.
Durante a excursão européia, a faixa fez uma semana de espetáculos no Teatro de Arco-íris em Londres. Estava no começo da excursão quando Bob feriu o dedão do pé dele jogando futebol e no hospital foi diagnosticado depois como um tumor maligno, e dedo deveria ser amputado, mas o cantor, preferiu não fazê-lo
Em 1978 foi lançado o disco “Kaya” – o mais pop de todos mais os álbuns. Os críticos acusaram Bob se tornar comercial demais e fazer apologia a ganja -maconha. Em abril deste mesmo ano, o cantor retornou a Jamaica para tocar no Show One Concert Peace And Love, e atendendo a um pedido dele o presidente jamaicano Michael Manley e o líder da Oposição Edward Seaga deram um aperto de mão. Havia entre ambos uma animosidade, que desestabilizava o país
Em 15 de junho de 1975, Bob foi premiado a Medalha de Paz do Terceiro Mundo das Nações Unidas por seu trabalho artístico e esforço pela paz em seu país. Neste mesmo ano visitou a África pela primeira vez, passando pelo Quênia e Etiópia. Nesta viagem ele começou a trabalhar na canção " Zimbabwe ". A faixa também lançou o segundo álbum dele " Babylon by Bus " que foi gravado em Paris. O álbum que seguiu isto era Survival em 1978.
Em 1980 a faixa tocou no Gabão pela primeira vez e o governo de Zimbabwe convidou Bob Marley e The Wailers para a executar musica feita em homenagem a país na Cerimônia de Independência de países em abril. O cantor reconheceria tempos depois que foi a maior honra que recebeu em vida.
Ainda em 80, ele lançou o álbum: Uprising e tudo estava parecendo maravilhoso, e para completar o cenário o grande Stevie Wonder estava colocando o grupo para abrir suas turnês nos Estados Unidos naquele mesmo ano. Entretanto a saúde de Bob estava se deteriorando, mas ele ainda obteve liberação de um doutor para viajar. A excursão começou com Boston, seguido por Nova Iorque.
Durante o espetáculo de Nova Iorque Bob parecia muito doente e ele quase desmaiou. A manhã seguinte em 21 de setembro enquanto Bob corria pelo Central Park desmaiou novamente, sendo encaminhado imediatamente para um hospital. Lá foi diagnostica um tumor de cérebro e a equipe médica lhe avisou que tinha apenas um mês para viver.
A mulher dele, Rita quis imediatamente cancelar a excursão mas Bob quis continuar. E assim ele tocou em um espetáculo inesquecível em Pittsburgh, mas estava muito doente para continuar e a excursão foi cancelada. Bob foi transportado para um hospital de Miami, para tratamento. A família recorreu a um tratamento controverso na clínica do Dr. Joseph Issels, na Bavária. O tratamento de Issels era controverso por usar apenas remédios naturais e não tóxicos e, por algum tempo, pareceu estabilizar a condição de Bob, mas que não adiantou muito.
Bob quis morrer em casa e tentou chegar até a Jamaica, mas sua viagem terminou em Miami, nos Estados Unidos, na segunda-feira, dia 11 de maio de 1981 em um hospital. Sua forte foi uma comoção internacional e seu enterro no dia 21 de maio reuniu milhares de pessoas na Jamaica, inclusive o presidente Jamaicano e o líder da Oposição.
O corpo de Bob Marley foi colocado em um mausoléu no local de nascimento dele. Depois de sua morte foi premiado a Ordem de Jamaica de Mérito.

Um comentário:

Daniela Mann disse...

Gostei muito do conceito do blog e do texto em si.
parabéns!